Para aqui vêm coisas que me apeteçam e que não me apeteçam também. O que achar que deva pôr, ponho! :)

12 fevereiro 2007

Capítulos

A vida não passa de uma sequência de capítulos que se vão desenvolvendo, muitas vezes sem nexo e aparentemente sem sentido. Estivemos bem mais próximos em capítulos anteriores, proximidade tal que nos permitia ter longas conversas apenas por trocas de olhares, gestos, sorrisos e, ok, alguns choros também entre muitas outras cumplicidades que fomos ganhando naturamente. Esses foram momentos que sempre guardo com carinho no coração e que gosto muito de recordar, porque já dizia esse grande poeta "recordar é viver". Percorremos um longo caminho até chegarmos a este ponto, momentos bons, maus, assim-assim, fáceis, difíceis, complicados, deseperantes, maravilhosos... todo o tipo de momentos, nós compartilhámos, mas todos eles inesquecíveis.
Por outro lado, deixaste-me a pensar que talvez andemos a sonhar com utopias e provavelmente capítulos inteiros vividos assim só muito dificilmente se voltarão a repetir, teremos talvez grandes parágrafos, espero eu que muitos. Não penses que com toda esta conversa me despeço de ti ou que tento evitar que se possam repetir, apenas pretendo deixar-me e a ti conscientes da realidade. Life isn't simple. Sim, também tenho saudades dos capítulos que já passaram e por isso, muitas vezes dou por mim a reler capítulos antigos, mas é só o que posso fazer. O tempo, infelizmente nestes casos, não anda para trás e não pára de andar para a frente e neste sentido eu (que sou eu) não sei o que ele irá trazer.
Talvez não gostes de ler estas palavras, mas neste momento é o que sinto e achei que deverias saber. Sei que estas palavras podem ser duras, mas não foram escritas no sentido de te magoarem, apenas no sentido de fazer um ponto da situação. No entanto não deixo de ter vontade que a nossa provável utopia um dia se realize. :)
Gosto muito de ti e quero que não te esqueças disso, por isso aqui fica um beijo do tamanho do mundo e mais um bocadinho, só para ti e mais ninguém, guarda-o bem.
P.S.: Esse grande poeta é o Vitor Espadinha. :p

Um comentário:

Cláudia disse...

Se acreditasse que o que nos espera são apenas parágrafos espalhados pela história das nossas vidas, não sentiria a falta que te tenho... Nunca foste só uma personagem no meu livro. É verdade que já estivemos bem mais próximos, talvez devido à proximidade geográfica que nos proporcionava isso, mas também é verdade que podem passar dias, semanas e até meses sem nos falarmos que quando te falo e te vejo nada mudou entre nós! O carinho é o mesmo, o amor é o mesmo, a amizade é a mesma! Quem sabe até mais forte porque agora temos que lutar para que nada se desvaneça com a força da distância.
O tempo não anda para trás de facto, mas também não quero que ande. Quero que ande tudo para a frente e nesse futuro quero levar todos aqueles que me são importantes, para que partilhem comigo as minhas alegrias e para que (egoistamente) me ajudem a levantar quando falta as forças.... Já me levantaste muitas vezes.. És quase único nisso. Mas já sorrimos tanto juntos! Já demos tantas gargalhadas juntos! Às vezes sinto-me em falta contigo por não te ter ajudado a levantar tantas vezes quantas precisaste, mas o teu estado embriagante de "esta-se bem e tranquilo" sabes que é quase enervante para mim :) Sinto-te agora a estenderes-me a mão e eu vou-te agarrar! Porque te amo.. Porque és o meu melhor amigo.. Porque nunca deixaria que te sentisses sozinho.. Porque agora é a minha vez! "...provavelmente capítulos inteiros vividos assim só muito dificilmente se voltarão a repetir..." Não!! ainda temos muitos capítulos para escrever!

Arquivo do blog

Pessoas que querem o meu autógrafo... algures!!! :p

Sitemeter